Hospital universitário de Santa Catarina recebe novos aparelhos de anestesia

Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago, da Universidade Federal de Santa Catarina, recebeu seis novos aparelhos de anestesia, utilizados em salas cirúrgicas. Adquiridos por aproximadamente R$ 1,4 milhão, os equipamentos fazem parte do plano de renovação do parque tecnológico da instituição. Os investimentos são do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (Rehuf), gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

O chefe do Setor de Engenharia Clínica do HU, Léo Fabrício Pereira, explicou que as máquinas novas possuem como diferencial o bloco aquecido para o circuito respiratório e sistema de monitorização integrado ao sistema de anestesia, além de contarem com tecnologias que reduzem o custo para o hospital. “O sistema é mais prático e, com esses sensores, reduz o custo de substituição”, resumiu Léo Pereira.

O anestesiologista Diogo Destro, que está no hospital há cerca de um ano, disse que os novos equipamentos representam mais segurança para o profissional e para o paciente, com a monitorização. “Se você tem dados mais sofisticados, consegue otimizar o trabalho de anestesia e oferecer um melhor cuidado. Além disso, isso tudo representa uma melhora no conhecimento”, acrescentou o médico, explicando que a renovação dos equipamentos garante às equipes do hospital acesso a uma tecnologia mais moderna e sofisticada, o que é importante na questão educacional, já que é um hospital de ensino.

Rede Ebserh 

Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago faz parte da Rede Ebserh desde março de 2016. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência. 

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS.

 

 

Com informações da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares

 

 

 

Créditos: GOV.BR