Ministro do Turismo cumpre agenda em Fernando de Noronha

RETOMADA

Entre outras ações, Marcelo Álvaro Antônio quer promover a retomada consciente das atividades turísticas no arquipélago 

Por Lucas Nicolau

281020 - NORONHA Dia 1.jpg

Ministros e autoridades durante agenda em Fernando de Noronha. Crédito: Gustavo Messina/MTur

O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, iniciou nesta quarta-feira (28.10), uma série de visitas no arquipélago de Fernando de Noronha (PE). Na pauta, reuniões com o trade turístico e lideranças locais, e debates sobre a retomada consciente do turismo e a possibilidade de investimentos em infraestrutura para promover ainda mais a região. Cumprindo todos os protocolos de biossegurança, o turismo em Fernando de Noronha reabriu no dia 10 de outubro.

Entre as agendas desta quarta-feira, o ministro Álvaro Antonio participou, ao lado do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles; e do presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, além de outras autoridades, da assinatura de concessão do Mirante do Boldró, um imóvel que está abandonado há cerca de 20 anos e voltará a ser um importante atrativo turístico em breve. Com vista privilegiada do mar, o Mirante faz parte do complexo do antigo Hotel Esmeralda. A área tem cerca de 500 metros e já funcionou como bar, ainda na década de 90. Além da assinatura, a comitiva do Governo Federal visitou ainda as praias do Sueste e Leão, que fazem parte da área do Parque Nacional Marinho, uma reserva ambiental Federal.

Pela primeira vez em Fernando de Noronha, ministro do Turismo ressaltou a beleza do arquipélago e o turismo que o local oferece. “Estou encantado com o local, não apenas por suas belezas, mas por todo o seu potencial. Sabemos que o setor é o principal gerador de emprego e renda da região, por isso precisamos investir para fortalecer o turismo na ilha”, afirmou. Álvaro Antônio defendeu ainda o retorno do turismo na ilha, sempre seguido pelos protocolos estabelecidos pelas autoridades de saúde. “Chegou a hora da retomada e de mostrar que o turismo não é o vilão desta história. É fundamental que ocorra este processo, adotando os protocolos de biossegurança estabelecidos pela Anvisa”, disse. 

SEGURANÇA – A ilha de Fernando de Noronha contabiliza 95 selos emitido pelo Selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo. Lançado em junho, o selo disponibilizado pelo MTur busca auxiliar a retomada de atividades do setor seguindo requisitos de biossegurança. (Acesse aqui) O órgão publicou protocolos sanitários recomendados a 15 segmentos que integram o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), além de um conjunto de orientações a visitantes.

Edição: Rafael Brais

WhatsApp Image 2020-09-02 at 15.22.56.jpeg

Créditos: Ministério do Turismo