Apelo dos parlamentares por um futuro livre de combustíveis fósseis: 83 parlamentares de 30 países estão prontos para apoiar a liderança climática do novo governo colombiano

0 0
Read Time:1 Minute, 58 Second

SÃO FRANCISCO, 5 de agosto de 2022 /PRNewswire/ — A carta de parlamentares do mundo todo publicada hoje, na véspera da posse de Gustavo Petro, é um forte sinal de solidariedade com sua proposta de redução gerenciada da dependência dos combustíveis fósseis. Os signatários agradecem ao presidente Petro por sua liderança climática e o chamam de exemplo a ser seguido mundialmente no fornecimento da resposta política adequada à crise climática. 

Charles Santiago, membro do Parlamento da Malásia, um dos signatários da carta e idealizador do Apelo dos Parlamentares por um Futuro Livre de Combustíveis Fósseis, disse: “As propostas de Gustavo Petro e Francia Márquez demonstram coragem, mas também bom senso. A produção de petróleo, gás e carvão precisa acabar de qualquer forma porque é a principal causa da crise climática, dos desastres ambientais e de guerras em todo o mundo, mas também porque as reservas estão se esgotando. Petro não está só dizendo que o petróleo e o carvão têm que ser deixados no solo. Não se trata de uma decisão unilateral; trata-se de responder adequadamente a uma crise climática e econômica mundial. Como representantes de milhões de pessoas e como uma rede de parlamentares comprometidos em trabalhar para um futuro livre de combustíveis fósseis, estamos prontos para apoiar o novo governo colombiano.”

Florencia Lampreabe, membro do Parlamento da Argentina, disse:O apelo de Gustavo Petro e de Francia Márquez por uma transição energética justa em nível global é central. Como representantes de nosso povo, devemos tomar providências urgentes diante da crise climática que todos estamos vivenciando. Portanto, declaramos nosso apoio ao novo governo e congresso colombianos uma vez que eles iniciam um capítulo auspicioso para a Colômbia, a América Latina e o mundo.

O apoio à proposta visionária da dupla presidencial Petro-Márquez está crescendo em todo o mundo; centenas de líderes da sociedade civil, cientistas e acadêmicos já declararam seu apoio a uma Colômbia sem Combustíveis Fósseis. A comunidade científica vem repetindo isso há anos, do IPCC à Agência Internacional de Energia, incluindo a UNEP: para limitar o aquecimento global a 1,5 °C, o mundo não pode produzir mais combustíveis fósseis. O próprio Secretário-Geral das Nações Unidas deixou isso claro: “Os radicais verdadeiramente perigosos são os países que estão aumentando a produção de combustíveis fósseis.”

FONTE Parliamentarians’ Call for a Fossil Fuel Free Future

Créditos: PR Newswire

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %